0800 039 4269
Atendimento aos Usuários de Recursos Hídricos da Bacia Hidrográfica do
Rio Paranaíba
FALE CONOSCO
Formulário Online
E-mail
Telefone
(64)3431-5026
Endereço
Rua Rui de Almeida, nº 630 - Centro
Itumbiara - GO
CEP: 75.526-050
©2013. Todos os direitos reservados.

3ª Reunião CTI

30 de novembro às 8h30 - Uberlândia - MG

Bonita pra Tetéu

Autor: Antônio Luis da Silva Santos

Cachoeira do Rio Claro

Autor: Flávia Scupino

Tranquilidade

Autor: Dilma Couto Oliveira

22ª Reunião Ordinária

29 de novembro às 09h - Universidade de Uberaba - Uberlândia - MG

NOTÍCIA » EPE publica o Anuário Estatístico de Energia Elétrica 2018

08/11/2018 às 11:13

A Empresa de Pesquisa Energética - EPE disponibiliza as planilhas eletrônicas (workbook) do Anuário Estatístico de Energia Elétrica 2018, nas quais estão disponíveis os dados consolidados de consumo de energia elétrica na rede de distribuição nos últimos cinco anos, com ênfase no ano de 2017 (ano base). Em 2017, após dois anos de queda, o consumo de eletricidade no país cresceu 1,2% em relação a 2016, alcançando 467 TWh, mantendo o Brasil entre os dez maiores consumidores do mundo. As regiões Sul e Centro Oeste lideraram o crescimento, com taxas de 3,1% e 2,4%, mas a região Sudeste segue sendo a região de maior participação no consumo do país, representando praticamente 50% do total. O setor industrial segue sendo o maior consumidor, com quase 36% do total, seguido do setor residencial, com cerca de 29%. 

O Anuário é produzido a partir dos dados coletados junto aos agentes participantes do setor elétrico brasileiro, especialmente as concessionárias de distribuição de eletricidade e os grandes consumidores livres, os quais são consolidados pela EPE e apresentados em tabelas em diversas segmentações: por regiões, estados, subsistemas elétricos, classes de consumo, tensão de fornecimento, dentre outras. EPE registra aqui seu agradecimento às empresas e seus representantes pela cooperação na execução desse trabalho.

 

CLIQUE AQUI E CONFIRA O ANUÁRIO COMPLETO

 

O Anuário também traz compilação de dados de carga do Sistema Interligado Nacional e Sistemas Isolados, fornecidos pelo Operador Nacional do Sistema – ONS, de preços e tarifas obtidos da Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL e da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE, de onde também se obtêm os dados de número de agentes participantes do mercado de contratação livre.

Além disso, um dos capítulos é dedicado ao contexto internacional, no qual se busca situar o Brasil em relação aos demais países e regiões do mundo, para o que se toma por base os dados disponibilizados pela U.S. Energy Information Administration – EIA, bem como dados de geração elétrica do Balanço Energético Nacional – BEN, estes também produzidos pela EPE.

As estatísticas disponibilizadas no workbook consolidam as informações de consumo publicadas em caráter preliminar nas edições mensais da Resenha do Mercado. Esta publicação é resultado do trabalho conjunto com os agentes do setor, realizado no âmbito da Comissão Permanente de Análise e Acompanhamento do Mercado de Energia Elétrica – COPAM, sob a coordenação da EPE e com participação de agentes de distribuição, ONS e CCEE. 

Dois pontos merecem atenção: (i) devido ao expressivo crescimento do consumo livre e a agregação de grandes consumidores na base de dados da EPE, as séries históricas foram revisadas e recalculadas para os anos anteriores a 2017, determinando elevação no volume de eletricidade consumido nesses anos; e (ii) o não fornecimento tempestivo dos dados por alguns agentes delongou o processo de produção desta edição e impacta as estatísticas de número de consumidores do estado do Rio de Janeiro para o ano de 2016 nas classes Comercial, Rural, Poder Público, Iluminação Pública, Serviço Público e Consumo Próprio.

Por outro lado, uma novidade merece destaque: A EPE recebe solicitações dos cidadãos em seus canais de atendimento, algumas das quais são recorrentes e acabam por determinar adaptações nos produtos disponibilizados ao público. Esse foi o caso do desenvolvimento e incorporação na edição deste ano do Anuário das tabelas com os dados de número de consumidores por tensão de fornecimento nas principais classes de consumo (tabelas 3.52 a 3.60).

Na tabela abaixo estão sintetizados os dados de 2017 conforme as regiões geográficas e principais classes de consumo. 

 

Fonte: Empresa De Pesquisa Energética - EPE