FALE CONOSCO
Formulário Online
E-mail
Telefone
(64)3431-5026
Endereço
Rua Rui de Almeida, nº 630 - Centro
Itumbiara - GO
CEP: 75.526-050
©2013. Todos os direitos reservados.

1ª Reunião GT SIG Rio Paranaíba

28 de junho de 2018 - Uberlândia – MG

Assembleia de Posse

21 de junho às 9h - Palácio 12 de Outubro - Itumbiara - GO

2ª Reunião CTI

20 de junho às 9h - Palácio 12 de Outubro - Itumbiara - GO

Bonita pra Tetéu

Autor: Antônio Luis da Silva Santos

Cachoeira do Rio Claro

Autor: Flávia Scupino

Tranquilidade

Autor: Dilma Couto Oliveira

20ª Reunião Extraordinária

21 de junho às 14h - Palácio 12 de Outubro - Itumbiara - GO

21ª Reunião Ordinária

20 de junho às 13h30 - Palácio 12 de Outubro - Itumbiara - GO

A BACIA / Biomas

A bacia do rio Paranaíba está inserida na região de ocorrência dos biomas Cerrado e Mata Atlântica, encontrando-se bastante desmatada em função das atividades antrópicas.

O Cerrado possui 22,4% de sua cobertura original, enquanto a Mata Atlântica apenas 14,4%. Em função da maior área ocupada pelo Cerrado na bacia, a cobertura vegetal nativa remanescente alcança 21,8% de sua área total original.

Os remanescentes de Mata Atlântica estão localizados nas proximidades do rio Paranaíba, principalmente nas UGHs Corumbá, São Marcos e Afluentes Mineiros do Alto Paranaíba. Já os remanescentes de Cerrado estão mais concentrados nas UGHs Claro, Verde, Correntes e Aporé e Corumbá, havendo áreas significativas também nas UGHs São Marcos e Rio Araguari.

As unidades de conservação (UCs) desempenham importantes funções na limitação das atividades econômicas e no fornecimento de serviços ambientais, especialmente a manutenção da cobertura vegetal, trazendo benefícios para a disponibilidade e a qualidade dos recursos hídricos.

A bacia do rio Paranaíba possui 44 UCs federais ou estaduais, estando 28 delas concentradas no Distrito Federal (ICMBio, 2011). Considerando as áreas efetivamente na bacia, as 18 UCs de proteção integral totalizam 1,1% de sua área total, enquanto as 26 UCs de uso sustentável totalizam 2,2% do território.