0800 039 4269
Atendimento aos Usuários de Recursos Hídricos da Bacia Hidrográfica do
Rio Paranaíba
FALE CONOSCO
Formulário Online
E-mail
Telefone
(64)3431-5026
Endereço
Rua Padre Félix, 129, Sl. 5 - Centro
Itumbiara - GO
CEP: 75.503-120
©2013. Todos os direitos reservados.

Esculpida pelo rio

Autor: Joaquim Antônio Amaral de Oliveira

Rio das Cores

Autor: Márcio Germâno

Fonte de Vida

Foto por: Marcela da Silva Tosta

NOTÍCIA » IMASUL inaugura sala de situação

19/05/2014 às 18:40

O Instituto de Meio Ambiente do Mato Grosso do Sul-IMASUL, inaugurou no último dia 15, em Campo Grande, uma  “Sala de Situação”, que é um centro de gestão de situações críticas. Ela atua na operação de curto prazo de reservatórios, por meio do acompanhamento das condições hidrológicas dos principais sistemas hídricos nacionais. O objetivo é   identificar possíveis ocorrências de eventos críticos, permitindo a adoção antecipada de medidas mitigadoras, minimizando os efeitos de secas e inundações.

“A função dos equipamentos é detectar cheias e secas. O sistema não trata de drenagem urbana. É uma sala de monitoramento que receberá informações das 12 plataformas de coletas de dados instaladas em pontos críticos do Estado”, explicou a fiscal ambiental e coordenadora da ação”, Elisabeth Arndt.

Porto Murtinho, Ladário, Cassilândia, Coxim, Bataguassu e Aquidauana estão entre as cidades nas quais as plataformas já estão em funcionamento. Para as cidades de Bela Vista e Nioaque, a Embrapa já prevê a instalação de mais plataformas.

“Parcerias serão firmadas para agilizar a divulgação dos dados hidrológicos”, adiantou a coordenadora Elisabeth. Entre elas estão órgãos como a Defesa Civil, Cemtec (Centro de Monitoramento de Tempo, do Clima e dos Recursos Hídricos de Mato Grosso do Sul) e universidades, que deverão desenvolver pesquisas.

Para o especialista da ANA, João Augusto de Pessoa, o Mato Grosso do Sul se destaca no cenário nacional. “ O Estado tem mantido a rede de eventos críticos em alto grau de manutenção, e isso não é fácil”, afirma.

Sala de Situação na Gestão dos Recursos Hídricos

A Agência Nacional de Águas-ANA, dentre as atribuições definidas no Art.4º da Lei nº 9.984/200, destaca a tarefa de “planejar e promover ações destinadas a prevenir e minimizar os efeitos de secas e inundações  no âmbito do Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos ( Singreh), em articulações como órgão central do Sistema Nacional de Defesa Civil, em apoio aos estados e municípios.

Diante da ocorrência de sucessivos eventos críticos e da necessidade de acompanhá-los em tempo real, de forma sistemática e pró-ativa, fornecendo respostas com maior agilidade e precisão, foi criada a Sala de Situação da ANA, cujo principal objetivo é acompanhar as tendências hidrológicas em todo o território nacional, com análise da evolução das chuvas, dos níveis e das vazões dor rios e reservatórios, da previsão do tempo e do clima, bem como a realização de simulações matemáticas que auxiliam na prevenção de eventos extremos.

Entenda o funcionamento da Sala de Situação no link abaixo:

 

http://www2.ana.gov.br/Paginas/imprensa/Video.aspx?id_video=78

Fonte: Imasul